OBJETIVOS

No final do Curso espera-se que os formandos tenham adquirido aptidões que lhes permitam:

  1. Ter uma visão abrangente da problemática das doenças reumáticas e o seu impacto na vida dos doentes
  2. Identificar e orientar as doenças reumáticas mais comuns em contexto de consulta não especializada
  3. Reconhecer quando orientar para consulta de Reumatologia
  4. Identificar os principais sintomas das doenças reumáticas
  5. Realizar o exame reumatológico
  6. Reconhecer e orientar as principais patologias peri-articulares
  7. Identificar artropatias microcristalinas e estabelecer plano de orientação
  8. Reconhecer e orientar um doente com fibromialgia
  9. Abordagem do doente com Osteoporose
  10. Diagnosticar e orientar doente com Osteoartrose
  11. Reconhecer um doente com artrite e sua orientação para Consulta de Reumatologia
  12. Reconhecer as principais manifestações reumáticas na criança

Os objetivos específicos de cada módulo poderão ser encontrados abaixo

Módulo I: Semiologia em Reumatologia

Módulo II: Exame Objetivo Reumatológico

No final deste módulo o formando deverá ser capaz de:

  • Compreender e explicar a organização das principais patologias reumatismais em grandes síndromas e a utilização da estratégia de diagnóstico em dois passos.
  • Recolher uma história clínica sucinta e significativa de doente com queixas reumatismais.
  • Proceder ao exame reumatológico de rastreio, integrando-o no exame clínico geral
  • Proceder ao exame reumatológico detalhado das áreas afetadas por sintomas
  • Selecionar e resumir os achados principais usando palavras-chave precisas e relevantes
  • Identificar as grandes síndromes em que se integra o caso concreto
  • Utilizar os achados do inquérito e exame físico para perspetivar o diagnóstico diferencial entre as causas possíveis da síndroma identificada.

Módulo III: Exames Complementares de Diagnóstico em Reumatologia

No final deste capítulo, o formando deverá ser capaz de:

  • Identificar os contextos clínicos adequados ao pedido das análises laboratoriais em Reumatologia
  • Interpretar os principais resultados analíticos no contexto das doenças reumáticas
  • Identificar as principais indicações clínicas para pedido de radiografia simples, ecografia articular e de partes moles, tomografia computorizada e osteodensitometria
  • Identificar e interpretar os principais sinais radiográficos das doenças reumáticas mais comuns
  • Compreender a utilidade clínica da ressonância magnética nas doenças reumáticas inflamatórias
  • Compreender a importância diagnóstica e prognóstica da capilaroscopia nas doenças inflamatórias do tecido conjuntivo

Módulo IV: Patologia Peri-articular

No final deste Módulo, o formando deverá ser capaz de:

  • Distinguir os vários tipos de reumatismo abarticular
  • Compreender os principais mecanismos etiopatogénicos dos reumatismos peri-articulares
  • Realizar as principais manobras semiológicas para cada região anatómica
  • Selecionar os exames complementares de diagnóstico mais indicados
  • Decidir qual o tratamento mais adequado para cada caso

Modulo V: Artropatias microcristalinas

No final deste Módulo, o formando deve ser capaz de:

  • Identificar os diversos tipos de artrites microcristalinas
  • Reconhecer as diferentes formas de apresentação de artrites microcristalinas
  • Estabelecer um plano de diagnóstico de uma artrite microcristalina
  • Estabelecer um plano terapêutico de uma artrite microcristalina
  • Reconhecer as situações de referenciação de um artrite microcristalina para consulta de reumatologia

Módulo VI: Fibromialgia

No final deste módulo, o formando deverá ser capaz de:

  • Definir fibromialgia
  • Reconhecer as manifestações clínicas de fibromialgia
  • Estabelecer os diagnósticos diferenciais de fibromialgia
  • Definir um plano de diagnóstico num doente com fibromialgia
  • Estabelecer um plano terapêutico para um doente com fibromialgia
  • Reconhecer as situações em que deve referenciar um doente com fibromialgia a consulta de reumatologia

Módulo VII: Osteoporose

No final do módulo de Osteoporose, o formando deverá ser capaz de:

  • Definir osteoporose
  • Identificar os fatores de risco de Osteoporose
  • Distinguir entre osteoporose primária e secundária
  • Avaliar na prática clínica um doente com osteoporose
  • Selecionar as situações nas quais está indicado requisitar uma densitometria
  • Conhecer as vantagens e limitações do FRAX e a sua utilização na prática clínica
  • Decidir quando iniciar tratamento para osteoporose
  • Conhecer as vantagens e desvantagens das opções terapêuticas na osteoporose
  • Saber tratar e gerir um doente com fratura(s) osteoporótica(s)
  • Decidir quando referenciar a consulta de Reumatologia doentes com osteoporose

Módulo VIII: Osteoartrose

No final deste módulo, o formando deverá ser capaz de:

  • Conhecer os mecanismos básicos da patogénese da osteoartrose
  • Reconhecer o impacto pessoal e socioeconómico mundial da osteoartrose
  • Nomear os principais fatores de risco para a osteoartrose e para a sua progressão
  • Identificar os sintomas e os sinais da osteoartrose
  • Conhecer subtipos de osteoartrose
  • Identificar causas de osteoartrose secundária
  • Nomear vantagens e limitações dos métodos de imagem, no diagnóstico e estudo da osteoartrose e saber escolher o método adequado a cada situação
  • Saber como acompanhar diferentes tipos e localizações de osteoartrose
  • Definir os objetivos do tratamento da osteoartrose
  • Reconhecer a importância do conjunto de vertentes básicas no tratamento não farmacológico da osteoartrose
  • Conhecer os benefícios de diferentes tipos de exercício no tratamento da osteoartrose e saber aconselhar a prática de exercício
  • Identificar os princípios básicos de tratamento farmacológico de doentes com osteoartrose, conhecer as limitações, as indicações e as contraindicações dos diferentes tratamentos
  • Reconhecer as indicações e oportunidades para tratamento com infiltrações intra-articulares ou viscossuplementação
  • Reconhecer a indicação cirúrgica de uma osteoartrose, no contexto de determinado doente
  • Saber quando referenciar um doente com osteoartrose à consulta de Reumatologia

Módulo IX: Doenças Reumáticas Inflamatórias: Princípios Gerais

No final deste Módulo, o formando deverá ser capaz de:

  • Identificar os achados de história e exame físico que sugerem artropatia inflamatória
  • Saber pedir exames complementares de diagnóstico que ajudam a distinguir as diferentes artropatias inflamatórias ou doenças difusas do tecido conjuntivo em função dos achados de história e exame físico
  • Identificar que achados devem conduzir à referenciação para um reumatologista perante a suspeita de doença reumática inflamatória
  • Identificar o contexto clínico apropriado no qual os anticorpos antinucleares podem ajudar do ponto de vista de diagnóstico diferencial e distinguir dos aspetos que mais frequentemente correspondem a falsos positivos
  • Saber identificar doentes com artrite inicial e fazer a investigação inicial adequada em função dos aspetos clínicos
  • Entender os aspetos gerais da terapêutica dos doentes com artropatias inflamatórias
  • Saber que aspetos das artropatias inflamatórias podem ser monitorizados pelo médico de família em colaboração com o reumatologista assistente

Módulo X: Reumatologia Pediátrica: Princípios Gerais

No final deste Módulo, o formando deverá ser capaz de:

  • Reconhecer sinais e sintomas sugestivos de doença reumática.
  • Reconhecer a necessidade de efetuar um exame objetivo geral completo e cuidadoso a todas as crianças e jovens com doenças reumáticas juvenis ou sua suspeita.
  • Saber quando solicitar e interpretar as alterações nos exames complementares pedidos.
  • Saber quando referenciar uma criança/adolescente para a Reumatologia Pediátrica
  • Conhecer as doenças reumáticas mais comuns da infância /adolescência.